ROBÔ! ou: O futuro vem comendo pelas bordas

Hoje não teve atentado. Pelo menos na minha taimilaine. Fiquei sabendo de um ou dois mas já de ontem, parece.

Manifestação teve. Hoje de manhã eu vi uma dos cobradores de ônibus contra o anúncio do fim dessa profissão. A próxima vai ser a dos motoristas, daqui uns dois, cinco anos?

Será que os motoristas do Uber vão reclamar ou vão achar natural quando, empoderada pelo Big Data, a moça do Googlemaps assumir o volante?

A sua profissão está segura em relação aos robôs?

E se “robô” for uma palavra que quer dizer “roubou”?

O nosso país pode fazer escolhas melhores a partir de agora na direção de ajudar a preparar os cidadãos para ou roubo dos empregos que vem por aí?

E você? Não para salvar o país mas em relação a sua carreira/atividade/profissão/vida.

30809296171_54a7eaa2f1_b

Encontrei na minha caixa de imeios hoje esse post do Seth Godin, que traduzi e mostro a você a seguir.

*** 

23 coisas que computadores artificialmente inteligentes conseguem fazer melhor/mais rápido/mais barato do que você

Prever o clima

Ler um raio-X

Jogar Go

Corrigir ortografia

Imaginar o Lucros-e-Perdas de uma grande empresa

Identificar um rosto em uma multidão

Contar calorias

Pilotar um jato por aí

Manter a temperatura da sua casa

Reservar um vôo

Guiar um trajeto

Criar um índice para um livro

Jogar Xadrez

Soldar ferro

Negociar ações

Posicionar anúncios digitais

Escolher qual o próximo livro pra ler

Molhar uma planta

Monitorar um recém-nascido prematuro

Detectar um incêndio

Jogar pôquer

Ler documentos em um processo

Separar pacotes

Se você viu filmes o suficiente, você provavelmente comprou o modelo homúnculo de Inteligência Artificial – que está no futuro e representa um homenzinho mecânico em uma caixa, misterioso em suas motivações, que nem você.

O futuro da IA provavelmente é muito como o passado: comendo pelas bordas. A Inteligência Artificial faz um trabalho que já não tinha ninguém assim louco pra fazer, e faz silenciosamente, e faz bem, e daí a gente esquece e nem liga. Ninguém reclamou quando o termostato assumiu o trabalho de acender o fogo, abrir a grade, abrir a janela, refazer o fogo. E ninguém reclamou quando o computador achou 100 vôos mais rápido e melhor do que a gente jamais conseguiria.

Mas o sistema nunca se cansa, ele continua comendo pelas bordas. Não com intenção benigna ou maligna, mas com foco em uma tarefa claramente definida.

Não há como evitar que isso leve a consequências não planejadas, enormes quando acontecem com você, e em geral pequenas no esquema geral das coisas. A tecnologia destrói o que é perfeito e daí possibilita o impossível.

A pergunta que cada um de nós precisa fazer é simples (mas difícil): No que eu posso me tornar muito bom que é difícil um computador realizar em um futuro próximo? Como posso me tornar tão resiliente, tão humano e tão elo-de-ligação que mudanças na tecnologia não tenham como me alcançar?

Isso sempre foi importante, mas agora é urgente.

Seth Godin

***

14196926853_2a0619ce0d_c

Hoje o idiota mesoclítico que nomeou o sinistro da educação realizou por meio deste várias medidas desprezíveis pela educação das crianças pobres brasileiras, que são a suprema maioria das crianças hoje e dos adultos amanhã.

Sei lá. Para salvar o país, temos eleições. Mas será que isso é o suficiente? Mas e até lá? Não dá uma inquietação de aceitar esses velhos idiotas fazendo tudo menos uma escola que preste pra gente sair um dia dessa idiotia geral?

Isso também vai interferir no seu emprego daqui a cinco, dez anos. Mas como?

Sei lá. Menos gente capacitada, menos inteligência no sistema coletivo.

Posso estar enganado. Não sei se com vocês, mas comigo já aconteceu.

Tomara.

Lua cheia.

Vamos vivendo, procurando, encontrando.

30861738736_bf4f1a7209_b

Save

Anúncios

5 comentários em “ROBÔ! ou: O futuro vem comendo pelas bordas

Adicione o seu

    1. Beco! Li lá! Vivemos um tempo loco, hein! A grande transição! Provavelmente conhecemos pessoas que não vão morrer. Será? Gente que vai só trocar ossos quebrados por próteses, órgãos por outros órgãos, e a consciência permanecendo a mesma. Antigamente se dizia: todo mundo que você conhece vai estar morto daqui a cem anos. Hoje não tenho mais essa certeza… Abraço, amigo!

    1. Boa, Marião! Já virou começo de música isso aí, hein! haha! Então, a gente fica esperando uma nave espacial aparecer na janela e às vezes não se toca que o presente já mudou… Valeu! Abração, véi!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: